Como diferenciar Cactos de Suculentas

É muito comum a confusão entre as duas espécies, principalmente quando descobrimos que todo cacto é uma suculenta, mas o oposto não é verdade… legal, mas como assim? Parece complicado, mas é simples.

Primeiramente, algumas diferenças básicas: porque nem toda suculenta é cacto?

As suculentas não são uma família botânica. As suculentas são assim nomeadas porque seus tecidos retém muito líquido, seja no caule, na raiz ou nas folhas ou tronco. Pode ser látex ou mucilagem com água. Elas são um grupo de plantas e os cactos são de uma família do grupo das suculentas (Cactaceae). Só para se ter uma ideia, existem cerca de 22 mil espécies de suculentas, sendo 2 mil só de cactos!

Encontramos diversas plantas suculentas em diferentes famílias, com grandes diferenças de formato, tamanho, composição de tecidos e elementos. Ou seja, muitas plantas são consideradas suculentas, pertencendo a diversas famílias botânicas.
Duas plantas poderão pertencer à mesma família botânica, mas possuírem atributos bem diferentes. Isto porque a classificação botânica é feita pelas flores e sua morfologia, depois pelas folhas antes de qualquer outra característica de tamanho, habito e detalhes suplementares.

Tá! E os cactos??

As cactáceas ocorrem naturalmente somente nas Américas, enquanto as outras suculentas ocorrem em todos continentes. A principal diferença entre suculentas e cactos é que os cactos possuem aréolas – pequenos círculos salientes de onde nascem rebentos, espinhos e flores, ou seja, a maioria dos cactos têm espinhos, alguns são cobertos de pelos e não têm folhas.( as estruturas são chamadas de cladódios ). Cactos dão frutos, onde ficam as sementes.

Existem algumas exceções :

  • Os seguintes gêneros não têm espinhos: Schlumbergera, Rhipsalis, Rhipsalidopsis
  • O único gênero que possui folhas é Pereskia, de flores brancas ou rosa e folhas pequenas e brilhantes.

 

93191242